´´A nossa vida não deve ser caracterizada por inquietações que geram ansiedade, e sim pela fé que produz felicidade“.

Charles H. Spurgeon (1834-1892)

 

Príncipe dos Pregadores Ingleses

A coordenadora da área de psicologia da Liga de Dor da Faculdade de Medicina do Hospital das Clinicas de São Paulo (HCFMUSP), Andréa Portinoi, desenvolveu um trabalho com o tratamento de portadores de dor crônica.

Ela ressalta que a força interior demonstrada por aqueles que professam a fé em Deus é bastante positiva. “A Fé é uma convicção profunda e serena, que tem uma função protetora muito importante para a integridade física e psíquica do individuo”, afirma Dra. Andréa.

Desde a década 1980 que várias pesquisas realizadas no mundo inteiro vêm provando que existe relação entre fé e qualidade de vida e a cura de várias doenças, entre elas a depressão. “Há muitas evidências científicas de que fé e métodos como a oração ajudam na melhora clínica dos indivíduos”, diz o médico Thomas McCormick, do departamento de historia e Ética Medica da Universidade de Washington (EUA).

Um estudo realizado nos Estados Unidos, esse pelo Centro Medico da Universidade de Pittsburg, Mostrou que quem freqüenta igreja ou templo religioso pelo menos uma vez por semana tem uma expectativa de vida maior do que aqueles que não adotam esse hábito. “A freqüência a igrejas diminui o estresse tanto pelo ambiente acolhedor como pela orientação que a pessoa recebe para lidar com os problemas”, diz Daniel Hall, coordenador da pesquisa.

Já a equipe do psicólogo Michael McCullough, da Universidade de Miami-EUA, conclui, através de um estudo, que as pessoas religiosas tendem a ter menores taxas de abuso de substâncias, melhor desempenho escolar, menos delinqüência, melhores comportamentos de saúde, menos depressão e vidas mais longas. Para os pesquisadores, o comportamento religioso é capaz de incentivar as pessoas a exercitar o autocontrole e a regular mais eficientemente as suas emoções e comportamentos para poderem perseguir objetivos valorizados.

 

CONCLUSÃO

Orar, amar e ter fé, são ferramentas poderosíssimas para o sucesso. Viva intensamente a fortaleza da oração, o poder do amor e a vitória da fé. Viver tudo isso com glória para sempre.

“Orai sem Cessar” (1Ts 5,17). “Amar a Deus, o próximo e a si mesmo” ( Mt 22, 37-39). E “usar a fé que vence o mundo”` (1 Jo 5,4). É interessante ressaltar que nós somos pessoas amadas e carregamos dentro de nós as virtudes da oração e da fé. Afirma o “Apóstolo da Caridade”, São João: “Deus nos amou primeiro” ( 1Jo 4, 19).

Somos criados com a potencialidade de amar e se amado. O amor é tudo para as nossas realizações.

 


Pe. Inácio José do Vale

Professor de Historia da Igreja

Psicólogos admitem a importância da Oração